Sagrado Feminino

Categorias: Viagens & Lifestyle

O sagrado feminino tem uma ligação direta com a historia da nossa sociedade, e temos que falar sobre isso para que possamos entender o objetivo desse movimento na vida das mulheres modernas.

Os celtas foram mencionados pela primeira vez em textos cerca de 2.500 anos atrás. Muitas das fontes antigas, no entanto, foram escritas por gregos, romanos e outros não-celtas.Evidências indicam que os celtas estavam espalhados por uma vasta área da Europa continental e não podemos afirmar que eram um grupo unido e não se caracterizam como um pais. A guerra por terras eram comum, o culto ao corpo, ao militarismo era necessário para convivência nessa enorme extensão territorial e podemos afirmar que iniciou no noroeste da Europa ate início da Africa.

Nessa época, vivenciava a cultura na qual a mulher era uma divindade que simboliza a força e fertilidade. Em épocas de guerras, antes da batalha os druidas (sacerdotes) faziam grandes oferendas as deusas guerreiras (mulheres que participavam de imensos exércitos)e se caso as batalhas fossem vencidas muitas delas eram pedidas em casamento para que a produtividade agrícola continuasse a crescer.

 

Ao longo do tempo, a adoração das Deusas Celtas foi corroída pelos romanos e pela Igreja Católica.Eles não desapareceram completamente e foram imortalizados nos mitos e lendas. E assim, o patriarcal se estabeleceu como modelo nas famílias em praticamente todo o mundo, e por anos a mulher ficou sem o poder de opinar, trabalhar, compartilhar e em muitos casos de ter prazeres, e não apenas sexual, prazeres de sair livre, de se vestir como quiser,decom seus familiares e ter apenas a obrigação de reproduzir.

Atualmente, o reflexo desse modelo estabelecido esta nitidamente instalado em empresas nas quais as mulheres não tem as mesmas possibilidades de crescimento, muitas sofrem ainda violência domestica sendo agredidas fisicamente e verbalmente, a infeliz competição entre mulheres facilmente encontrado nas redes sociais com comentários maldosos em relação a estética. E com a homofobia na qual homens e mulheres sofrem juntos com a ignorância educacional das famílias patriarcais.

O Chamado 

 

Sabemos que o sol e a lua controlavam o tempo, as estações do ano guiavam as plantações e momentos de caça,os alimentos sazonais eram também organicos,o ouro e a prata faziam parte da cultura econômica, as estrelas eram mapas e muitos outros dados que temos que comprovam que a natureza sempre foi um elo com a humanidade

Tivemos grandes decisões e momentos históricos e críticos como guerras, crises, problemas de saude, fome e pobreza liderados exclusivamente por homens, com isso sofremos grandes consequências marcantes na humanidade e também no meio ambiente,juntamente com o afastamento do feminino colaborou para esquecermos de nos conectar com o ambiente em que vivemos.

Quem é uma das pessoas mais importante de todas das nossas vidas? A nossa Mãe! E hoje a Mãe Terra esta fazendo um chamado para que todas as mulheres possam se conectar novamente com a natureza, com os elementos naturais, com a paz de espirito, amor próprio e cuidado a outras mulheres para que assim, juntas possamos organizar novamente o modelo da comunidade que estamos inseridas.

Cada mulher tem seu processo natural e ja codificado na alma quando e como ira receber um chamado dentro de si e se conectar com aquilo que te faz bem. Em alguns casos algumas pessoas são mais extremistas necessitando de mais encontros, rodas de dança,rituais e orações e em outros apenas a meditação ja e suficiente para fazer sua mente, corpo e alma entrarem em harmonia com a Mãe Terra. 🌏

Meditação

 

A principal ferramenta para o auto conhecimento no Sagrado Feminino é a meditação, que pode ser em grupo, nos Círculos Sagrados, ou em duplas e também sozinha. É importante para que o ciclo não se quebre manter a frequências desse contato e ampliar o auto conhecimento. Nesse momento é a hora de pensar na suade mental, no controle de suas ações e em um lugar pontual nas mulheres: o utero.

O utero é um órgão extremamente importante no Sagrado Feminino. É nele que temos todos os registros de nossas vida. Nascemos através do utero da nossa Mãe, que veio do útero da avó e nossos filhos nascerão do utero…A fecundidade representa o poder da criação e na continuidade que esta presente nesse espaço do nosso corpo. A necessidade de corresponder as expectativas patriarcais, a conexão com as emoções positiva e crenças fortalecedoras foi substituida por dores de cólicas, tensão pre menstural, doenças ginecológicas, inflamações, infertilidade e algumas casos de cancer, mioma e cistos. A ligação direta com a Mãe Terra está no utero que como ela é extremamente importante no elo com o infinito. Tudo isso pode ser elaborado na hora da meditação.

Cada um tem que encontrar a linha de meditação que mais adapta a sua realidade e expectativa de resultados. Temos meditações budistas, da yoga, do xamanismo, algumas para relaxar, outras para despertar e algumas ate mesmo para curar.

 

O objetivo nessa meditação é se conectar com utero e imagina-lo dentro de si como uma arvore, na qual a raiz é a ligação com a Terra e troca de energia nossa com os elementos da natureza, vem através da Yoni e seus fluidos de energia que se estabelecem nessa região. Para algumas mulheres é possível ajudar na menopausa, na endometriose, cólicas menstruais e controle do ciclo.Em alguns espaços místicos podemos vivenciar a Bênção do Utero, um ritual muito emocionante,

 

 

Ciclos da Lua

A Lua esta diretamente ligado na energia feminina, é a representação das emoções, da instabilidade devido a mudanças de ciclos, influência diretamente as mares altas e baixas, com a reprodução dos animais e luminosidade no horário noturno.

Quando a humanidade nao tinha respostas, as perguntas se voltavam para o Sol e a Lua. E assim surgiram mitos e lendas por diversas culturas e tribos. Os gregos criaram três deusas lunares: Ártemis, para o Quarto Crescente, Selene, para a Lua Cheia, e Hécate, para as luas Nova e Minguante. Os romanos chamavam a Lua de Diana, protetora da caça e da noite. Para os chineses, era Kwan-Yin e, para os índios brasileiros, Cairê. A Lua é adorada como deus que reúne as características também masculinas como Shiva, divindade do Hinduísmo no qual carrega a Lua Crescente e conhecido pelo seu temperamento instável e inconsolado quando com fúria.

Suas quatro fases:nova, crescente, cheia e minguante ajudaram decisivamente para a associação com Sagrado Feminino. O astro nasce, cresce, atingi a plenitude e desaparece, como a barriga de uma gestante. Por isso, ela foi associada à fertilidade da terra, dos animais e das mulheres. Era a senhora absoluta dos ritmos de vida e morte.

Se desejar saber mais, busque informações a respeito da sua Lua Pessoal e conseguimos entender mais o humor, as fases férteis, fases de instabilidade emocional, fases de alergia e alta energia. Casa fase da Lua representa uma fase de vida que a mulher esta vivendo, ou seja, somos 28 dias divididos em 4 fases de 7 dias.

Elementos da Natureza no Sagrado Feminino

A melhor maneira de comunicar com a natureza é estar inserida nela.Os exercícios de meditações e rituais para Deusas quando feita na floresta, na mata, na praia, na cachoeira faz com que a conexao se potencialize naturalmente.Infelizmente devida a vida corrida, não conseguimos estar toda semana na mudança da Lua por isso a necessidade de ter elementos da natureza proximo de nos.O altar é muito importante para criarmos um manto de energia em um local da casa ou do trabalho e que sempre que precisarmos podemos recorrer a essa fonte.Conectar-se com esses elementos é viver de forma mais natural, saudável e respeitosa.

Agua

O lado interno da mulher é praticamente todo liquido composto por a água . A água é nossa conexão com o ventre que nos liga com todas as mulheres.Ao entra em contato com seu universo liquido também está em contato com as emoções deste elemento em seu próprio ciclo. Reconhecendo a riqueza de estar e ser fértil, a consciência da menstruação, da necessidade de sentir prazer e as dimensões do gestar, parir e amamentar.

 

Em seu altar mantenha um copo, taça ou bowl com agua e a troque sempre que puder ou quando sentir necessidade. Antes de iniciar a meditação coloque um copo de agua por perto e peça durante esse momento a agua seja um qual canal de cura e após esse momento beba a agua.Se tiver a possiblidade de ter uma pequena fonte em casa ou no jardim, a agua que flui dentro de casa sempre renova as mas energias para boas.

 

Fogo

O fogo é o elemento que nos conecta com a Chama da nossa alma. Esse fogo é o que anima, é o que inspira, é o que fortalece, é o que transforma, é o que transmuta, é o que queima e renova. O fogo acolhe. O fogo nutre. O fogo move. Assim, como o fogo também pode quase se apagar e deixar a mulher quase sem energia. No entanto, o fogo pode estar em descontrole e matando tudo que vê pela frente.O grande aprendizado é buscar o equilíbrio para que possa encontrar uma forma saudável e equilibrada é bom queimar!

 

As velas são as ferramentas ideais para se conectar com o fogo, as cores das velas podem representar : saúde de na cor verde, transmutação na cor lilás, paz na cor azul, prosperidade na cor amarela e branca paz de espirito. Você pode apagar uma vela  que ja foi acessa desde que seja com agua e nunca assoprando,afinal queremos a chama por perto. E na próxima meditação você pode reascender e a energia estar ancorada naquela vela.

Ar

O ar é a poderosa força de ligação. O elo de conexão. O ar dá movimento. O ar leva e trás. É o espaço onde pensamos, refletimos, lembramos e construímos,é também onde guardamos memórias, onde formam-se valores, dogmas e crenças, onde estão nossas profundas capacidades, qualificações e inteligências.É através do ar que podemos construirmos uma nova mulher. Se queremos mudar, precisamos mudar a forma de pensar. Porque é só quando temos consciência do que pensamos é que conseguimos atuar pela mudança.

 

O elemento ar pode estar presente no filtro dos sonhos ou em cristais pendurados no quais o ar pode fazer o seu movimento.Assim como algumas fitas coloridas amarradas na porta e ate mesmo plantas aéreas.

Terra

A terra. Nossa Mãe. A terra é o ventre primordial. Como um microorganismo da própria Mãe Terra é necessário entender e trabalhar com as ervas, com as plantas, com as flores, com os cristais, com os animais e todos os seus seres. Porque somos parte dela e ela é parte de nós. Conforme vamos curando a terra que há em nós, vamos recriando a terra na qual vivemos. A terra é um reflexo de nosso estado interior.

 

Plantas, arvores, flores, gravetos, pedras..tenha sempre por perto do altar ou na sua casa símbolos naturais da Mae Natureza. Tomar banhos de alecrim, pétalas de rosas ou manjericão para se energizar antes da meditação proporciona bem estar para o corpo e para a alma.

 

Deixe seu comentário!